Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

“A verdade vos libertará”, diz Bolsonaro na entrevista ao ‘Roda Viva’; Malafaia elogia candidato

Compartilhe:
capture-20180801-115215

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) foi entrevistado no programa Roda Viva, da TV Cultura, na última segunda-feira, 30 de julho, e falou sobre suas posturas polêmicas mantendo seu estilo contundente contra ideologia de gênero, corrupção, fake news e ideologia de esquerda, entre outros.

No Twitter, o pastor Silas Malafaia comentou as principais declarações de seu aliado, com críticas às posturas dos entrevistadores.

 

Na entrevista, os jornalistas de veículos como os jornais Valor EconômicoFolha de S. PauloO Globo e O Estado de S. Paulo, acompanhados de um representante da revista Veja, questionaram Bolsonaro sobre suas opiniões a respeito de economia, segurança pública, saúde e assuntos ligados ao Regime Militar e seu passado como capitão do Exército.

Cotada como candidata a vice-presidente na chapa de Bolsonaro, a jurista Janaína Paschoal – uma das autoras do parecer que culminou no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) – compareceu ao programa e acompanhou a entrevista da bancada, ao lado de outros nomes que formam a equipe do candidato, como o economista Paulo Guedes, apontado como ministro da Fazenda em caso de vitória nas eleições de outubro.

Um dos pontos que mais suscitou debates nas redes sociais foi a citação do jornalista Bernardo MelloFranco, de O Globo, de que Jesus seria um refugiado, ecoando declaração do papa Francisco. A alegação de que Jesus era um refugiado foi uma referência à fuga de José e Maria, com o filho recém-nascido, para o Egito, como forma de fugir da perseguição do rei Herodes. A própria Bíblia Sagrada relata o retorno da família para a terra natal posteriormente.

“O senhor criticou os refugiados, disse que são a ‘escória do mundo’. Ao mesmo tempo o senhor pede voto em igrejas evangélicas, se apresenta como cristão. O senhor sabia que Jesus Cristo foi refugiado?”, questionou Bernardo MelloFranco.

“Eu nunca generalizei o tocante a refugiados. Essa nova lei de imigração é um absurdo. O Brasil agora não tem fronteiras, entra quem bem entender para cá. E junto com pessoas, não interessa de onde venham, vem gente que não presta para cá, e temos que tomar cuidado no tocante a isso aí. Na tua casa, você não deixa qualquer um entrar nela, porque que a nossa casa, que é o Brasil, qualquer um pode entrar?”, respondeu Bolsonaro, abordando o problema referido na questão, e ignorando a alegação do jornalista sobre Jesus.

“Vá lá [nos abrigos] em Roraima, e veja como está a situação dos venezuelanos. Isso não é xenofobia, isso é cuidar do seu país. Cuidar da sua pátria, e ponto final”, acrescentou Bolsonaro.

Ao final do programa, o mediador Ricardo Lessa pediu que Bolsonaro deixasse uma frase para o público que acompanhava a entrevista, e o candidato deixou um versículo bíblico: “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32”, respondeu o candidato.

De acordo com o portal Conexão Política, o programa Roda Viva mobilizou uma grande audiência, com a TV Cultura obtendo picos de 2,8 pontos no Ibope, com cada ponto equivalendo a 69.417 residências na Região Metropolitana de São Paulo.

No Facebook, a página do programa alcançou picos de 120 mil pessoas assistindo à entrevista simultaneamente, enquanto o vídeo no YouTube já soma 180 mil visualizações, alcançando o 1º lugar entre os vídeos “em alta” da plataforma.

Malafaia

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) acompanhou a entrevista de Bolsonaro, a quem ele apoia como candidato à presidência, e pontuou trechos. Sobre a alegação a respeito de Jesus ter sido um refugiado, Malafaia não aceitou o rótulo: “Idiotice do jornalista do jornal O Globo: ‘Jesus Cristo era um refugiado’. Asneira de quem não entende nada de Bíblia e cristianismo”, afirmou.

A respeito de segurança pública, os jornalistas demonstraram bastante oposição às ideias de enfrentamento contra criminosos que Bolsonaro prega. Malafaia pareceu se divertir com uma das respostas do candidato: “Bolsonaro dando lambada nos jornalistas esquerdopatas da TV Cultura. ‘Entrega flores para o bandido que vem contra você de fuzil’. kkkkk a jornalista podia dormir sem essa kkkkkk”, publicou o pastor.

O clima de inquisição contra o candidato à presidência conservador também não passou despercebido para Malafaia: “Quando o jornalista é esquerdopata, você percebe o ódio que demonstram quando estão perguntando ao Bolsonaro”.

“Ninguém quer saber de Bolsonaro, segundo a imprensa esquerdopata. Roda Viva da TV Cultura ficou em 1º lugar na audiência. Quanto mais eles batem em Bolsonaro, mais ele cresce no eleitorado. Avisa a mídia que as redes sociais acabaram com o monopólio da informação. SEGURA! Kkkkkk”, concluiu Malafaia, fazendo referência aos dados citados pelo mediador em relação à audiência nacional.

Confira a íntegra da entrevista do deputado federal e candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) ao Roda Viva:

Deixe seu comentário: